Natureza, Meio ambiente e Sustentabilidade

Em setembro acontecem 3 datas que chamam a atenção para os temas Natureza, Meio Ambiente e Sustentabilidade. Nosso produto tem origem natural direta (da fonte para você, como costumamos falar), então executar nossas ações com respeito ao meio ambiente sempre foi parte do propósito e missão da Aguaboa.

21 de Setembro – Dia da Árvore  (e o Earth Overshoot Day)

Símbolo máximo da natureza, a árvore tem diversos dias que promovem debates acerca da influência humana em seus ecossistemas. A ideia é sempre estimular a ampliação do conhecimento e formar uma consciência crítica sobre os problemas atuais e futuros do meio ambiente. Por aqui no Brasil, a data é celebrada dias antes do início da primavera, justamente com a intenção de fomentar conversas em escolas, entre amigos e em casa, buscando soluções aplicáveis a cada habitante da Terra. #CadaUmConta

 

Dia da Sobrecarga da Terra (Earth Overshoot Day)

Você já ouviu falar no Dia da Sobrecarga da Terra? Imagine que você fez todas as compras de mercado para o ano e mês passado, em 1º de agosto, tudo já tivesse acabado.

Pois é, é isso que está acontecendo com os recursos naturais da Terra. Já usamos toda a água, energia, minerais e vegetais que o planeta tem capacidade para produzir e ser utilizado no período de 365 dias. Ou seja, este ano, estouramos nosso orçamento de recursos naturais disponível. Desde 1969, a Global Footprint Network (GFN) calcula o Dia da Sobrecarga da Terra com comparações entre o consumo total da humanidade por ano (pegada ecológica) e a capacidade do planeta em regenerar os recursos naturais renováveis por ano (biocapacidade). Para este cálculo, são usadas estatísticas das Nações Unidas.

 

 

22 de Setembro – Início da Primavera (e as mudanças climáticas)

A partir da Revolução Industrial, o homem passou a emitir quantidades significativas de gases de efeito estufa, em especial o dióxido de carbono. De lá para cá, a expansão não parou mais: intensas atividades industriais, meios de transportes ultra poluentes, mudanças do uso do solo, descarte de resíduos sólidos (lixo) e desmatamento. As consequências de todo este avanço podem ser sentidas nas últimas estações – as primaveras têm sido mais secas e o invernos, mais amenos. Há anos os cientistas já observam que o aumento da temperatura média do planeta tem elevado o nível do mar devido ao derretimento das calotas polares, podendo ocasionar o desaparecimento de ilhas e cidades litorâneas densamente povoadas. E há previsão de uma frequência maior de eventos extremos climáticos (tempestades tropicais, inundações, ondas de calor, seca, nevascas, furacões, tornados e tsunamis) com graves consequências.

 

Essa semana vamos ter mais uma publicação aqui no Blog para completar o tema Natureza, Meio Ambiente e Sustentabilidade, e comemorar também o Dia Mundial sem Carro.

 

Não se esqueça: Para vivermos, é necessário que a natureza também viva.

Comentários